Estrutura e direção no pensamento reformado

003-ten-minute-ot-1Um dos pensamentos peculiares do neo-calvinismo holandês (por exemplo, Abraham Kuyper, Herman Bavinck e Dooyeweerd) tem a ver com a entrada do pecado no mundo, como resultado da queda de Gênesis 3 e com uma distinção entre “estrutura” e “direção”. Mas o que significa isso?

“Estrutura” refere-se ao universo criado por Deus, como ele foi designado para ser: bom (Gn.1:31). “Direção” refere-se à maneira como o ser humano, influenciado pelo pecado, usa e direciona essas estruturas para o que é mal, de maneira errada, mas também refere-se à maneira como esse cosmos é redentivamente redirecionado por Cristo.

Devido ao fato do pecado e da redenção, no entendimento calvinista, serem cósmicos em seu escopo, esta distinção vale para toda a criação terrestre, incluindo a vida natural, cultural e social, bem como a moralidade e piedade. Assim como a queda do ser humano no pecado teve um alcance radical e abrangente, o alcance da redenção de Cristo também é abrangente e radical. Esta distinção fundamental entre “estrutura” e “direção” reflete a intuição calvinista básica de que a salvação é re-criação, como diz Bavinck, isto é, a graça não destrói a estrutura, mas cura e restaura a natureza criada.

Thiago Machado Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s