Mais do que um sentimento

Love-God-Love-Others.pngsegunda carta de João é uma carta muito interessante escrito pelo mesmo João dos Evangelhos, com o propósito de levar os seus leitores a demonstrar amor por Deus e a seu Filho Jesus Cristo, amando uns aos outros. João é o apóstolo do amor, e a ordem no versículo 5 é esta: “que nos amemos uns aos outros“. João era conhecido como o “discípulo a quem Jesus amava”, e ele transmitiu essa verdade até o fim de sua vida. Já muito velhinho ele continuamente ensinava: “Filhinhos, amem uns aos outros“. Mas que tipo de amor é esse?

O que significa amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a nós mesmos? Como eu posso demonstrar esse tipo de amor que João está ordenando? O que João está querendo nos ensinar?

O que eu acho mais interessante nesta segunda carta de João é que ele não nos deixa sem resposta. João vai afirmar no versículo 6 que o amor que nós devemos demonstrar para com Deus e para com o próximo tem um conteúdo; ele não é apenas um sentimento, algo que nós sentimos por Deus e pelas outras pessoas. O amor bíblico, o amor verdadeiro carrega algo muito além do que um mero sentimento, ele possui um conteúdo importantíssimo. A chave está no versículo 6:

E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este mandamento, como ouvistes desde o princípio, é que andeis nesse amor.

O amor, portanto, segundo o ensinamento de João é: andar na verdade, segundo os mandamentos de Jesus. No versículo 4 ele escreve:

Fiquei sobremodo alegre em ter encontrado dentre os teus filhos os que andam na verdadede acordo com os mandamentos que recebemos da parte do Pai.

João está ensinando aquilo que ele aprendeu do próprio Jesus e que ele mesmo relatou em João 14:

Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama […] Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai, que me enviou.

Amar a Deus é guardar os seus mandamentos, é amar a Palavra de Deus e as leis amorosas de Deus, é permanecer na doutrina de Cristo. João escreve isso de uma maneira muito forte no versículo 9 e 10 de sua segunda carta:

Todo aquele que ultrapassa a doutrina de Cristo e nela não permanece não tem Deus; o que permanece na doutrina, esse tem tanto o Pai como o Filho. Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem lhes deis as boas-vindas.

Por isso aquelas frases famosas que tem sido ditas por aí – “Eu amo a Cristo e odeio a religião!” ou “Mais Jesus e menos doutrina” ou “Eu só quero a Jesus e não a doutrina” – todas essas frases são enganosas. Quem diz essas frases ainda não compreendeu o evangelho de Jesus Cristo, não compreendeu o ensino bíblico e a importância de permanecer na doutrina correta para se amar corretamente.

Como eu posso dizer que eu só quero a Jesus e não quero as doutrinas ou as leis, se o próprio Jesus disse que aquele que não guarda os seus mandamentos não o ama? Aquele que não permanece na doutrina de Cristo, não tem Deus. Mas aqueles que guardam os mandamentos do Senhor, que tem prazer na lei de Deus, esses demonstram que de fato amam a Deus e assim, conseguem amar corretamente uns aos outros.

Por isso, o nosso desafio é demonstrar amor por Deus e pelo próximo nos apegando cada vez mais aos mandamentos de Deus, amando e permanecendo na Palavra de Deus, carregando a doutrina bíblica de Cristo dentro de nós, andando na verdade do evangelho, na dependência do Espírito Santo. Esse é o conteúdo do amor bíblico e cristão. Percebe que tem muito pouco a ver com mero sentimento?

Thiago Machado Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s